História



A história da Coopebras, inicialmente chamada de Cooperativa Brasileira de Serviços Múltiplos, é cheia de desafios, lutas, persistência e sucesso.

Tudo começou no ano 2000, quando um grupo de pessoas, lideradas e motivadas por Edivaldo Pereira Vieira decidiram fundar uma sociedade voltada para a prestação de serviços gerais no Estado de Roraima, para atuar sem discriminação política, racial, religiosa ou social.

Eram tempos de dificuldades e incertezas, só superadas com muita fé e determinação. Edivaldo, um homem chamado coragem, sabia que a “esperança é um sonho que caminha” e que tudo seria uma questão de tempo, e assim o foi. Depois de muitas reuniões e debates, a Coopebras foi criada em 07/11/2000, através de uma assembleia de constituição, realizada no auditório do SEBRAE (RR), com a presença de 24 sócios fundadores, entre esses, o próprio Edivaldo Pereira Vieira e o saudoso Dr. Airton Rocha de Souza, médico falecido em 23/05/2005.

Entre 2001 e 2004, a Coopebras manteve apenas pequenos contratos de prestações de serviços, o suficiente para se manter ativa e cumprir com as suas obrigações estatutárias, fiscais e sociais.

Em 2005, foram realizadas reformas estatutárias, onde a Coopebras passou a ter como objetivo principal a prestação de serviços somente na área de saúde. Por consequência, foi acrescido ao nome da cooperativa o termo “de Saúde”, passando a ser denominada de
Cooperativa Brasileira de Serviços Múltiplos de Saúde. Com essas alterações e com as demandas do mercado, surgiram novos contratos de prestação de serviços que se mantém até os dias atuais.

Com base em agosto de 2017, a Coopebras possui mais de 600 associados ativos que proporcionam uma boa prestação de serviços na área de saúde, junto ao Governo do Estado de Roraima, seu principal parceiro.

Pesquisa e Adaptação do Texto: Gilberto Maciel dos Santos
Fonte: Registros da Coopebras.